#2 Estar satisfeita com aquilo que tem

A maioria das igrejas sempre tem histórias muito bonitas regadas por determinação, fé e visão de alguns corajosos cristãos. Comunidades locais são plantadas por heróis da fé e regadas pela ação do Espírito Santo para que possam render seus primeiros frutos para o Reino de Deus.

O Corpo de Cristo é composto sempre por gente. E gente é o que realmente importa. Eles edificam junto com Jesus Cristo a história suada da igreja. Os exemplos podem variar desde gente que empenhou seus próprios bens para que não faltasse luz no salão até casos de pessoas que dirigiram centenas de quilômetros por dia para levar o evangelho para gente que precisava ouvi-lo. Um misto de amor, abnegação, paixão, sangue, suor e muitas lágrimas. A Igreja de Jesus Cristo é como diz o Pr. Ed René: “pessoas precisam de pessoas, pessoas precisam de Deus”.

Em algum momento contudo, o que era paixão vira razão, as feridas de sangue começam a se cicatrizar e perdoem-me a poesia barata, mas nos “cansamos do cansaço”. Parece que não temos mais prazer em ser abnegados e sofrer pelo Corpo. Na verdade, o Corpo começa a virar um grande peso morto nas nossas costas. A ousadia de outrora é substituída por medidas de esforço gerencial. Vamos manter a lojinha aberta até o céu ou a volta de Jesus.

É melhor assim. Temos uma comunidade muito bonita com pessoas de todas idades, crianças e velhos em nosso salão adorando a Deus de olhos fechados. Que bonito! Já imaginaram colocar tudo isso a perder colocando o pé no mundo de novo? Os riscos não devem ser ignorados: confusão, divisão, recursos humanos e financeiros escassos…

Lembre-se que se você hoje faz parte do Corpo de Cristo em uma comunidade local é porque algumas pessoas intrépidas e ousadas não estavam satisfeitas com aquilo que já fizeram, mas correram atrás e com temor e tremor ouviram o Espírito de Deus. Ignoraram medos e foram proclamar que o Reino de Deus chegou!

O bom pastor é aquele que vai atrás de uma única ovelha perdida arriscando as outras 99. Talvez seja a hora de nós comunidades cristãs voltarmos a nos sujar na trilha do Reino de Deus.

Anúncios

One Response to #2 Estar satisfeita com aquilo que tem

  1. […] Do contrário, jamais teriam se tornado comunidades do reino, evangélicas, Corpo de Cristo. O nascer de uma igreja local é sempre bonito, recheado de histórias de pioneirismo, determinação… Em algum momento algo se […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: