O homem em seu devido lugar

A abordagem inicial de Romanos rompe com qualquer pretensão humanista. É por isso que o capítulo primeiro desta carta é sempre lido em diagonal quando não muito ignorado ou suavizado pelos néo-teólogos.

Desde a Criação o homem veio descendo ladeira abaixo até ficar do jeito que o diabo gosta. Essa mistura de ignorância, egocentrismo e auto-suficiência produziu a frase de Protágoras na grécia-antiga:

“O homem é a medida de todas as coisas”

Dali pra frente foi o Iluminismo de Descartes, a Psicologia de Freud e a baboseira de Nietzsche até que hoje o homem em sua ignorância quer experimentar Deus e encontra um reflexo de si mesmo.

Mas chega de falar dos etruscos, gregos, pensadores e psicólogos. Vamos falar de coisas mais interessantes como eu e você. Não sei você leitor, mas às vezes penso que existe algo de errado no mundo. Algo inquietante que berra aos quatro cantos que o mundo não deveria ser desse jeito. Por que a impressão de que fazemos o errado mesmo quando um sussurro dentro de nós revela o correto. Precisamos ser o homem descrito em Romanos 1? Será a filosofia contemporânea uma alternativa à antropologia bíblica?

O livro de Romanos explica como o homem degringolou até Ruanda ou o holocausto de Hitler. Esperamos ver agora como sairemos do atoleiro.

Anúncios

One Response to O homem em seu devido lugar

  1. Luciano Lima disse:

    Atropocentrismo à parte: Deus criou o homem em sua imagem e semelhança. Por isso, é impossível separar as duas coisas. A única diferença é: nós erramos e Ele não.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: