O Deus que vira a mesa (Romanos 11)

“Porque não quero irmãos que ignoreis este mistério…”

Hoje não é mais conveniente falar em Deus poderoso e atuante entre os evangélicos descolados. Para eles cheira a Teologia da Prosperidade, pentecostalismo barato e charlatanismo. Deus Todo Poderoso é colocado de lado como uma forma de convocar os homens a fazer o trabalho de Deus. 

Faz sentido. Afinal Deus já fez tudo que tinha que fazer certo? Efésios 1:3 diz que já temos todas as bênçãos celestiais e agora a bola é toda nossa. Compete a nós, cristãos abrir o jogo, driblar o zagueiro, descer para a área e fuzilar o goleiro. Podemos ter até um nome bonito para essa doutrina: Teologia Relacional. 

Uma leitura mais cuidadosa do capítulo 11 de Romanos diz que não é bem assim que a história termina. Deus ainda tem um projeto inacabado com Israel. Dado que deles são as alianças e essas ainda não foram cumpridas (se acha que foi, cabe a você o ônus da prova),  Deus restaurará Israel quando chegar a plenitude dos gentios.

Um absurdo sem dúvida. Deus escolhe um povo para representá-lo. Esse povo falha. Deus varre a nação de Israel do mapa (mas não o povo) e mais ainda, os endurece para que um outro povo (nós) que não foi escolhido alcance a sua misericórdia. 

E depois Deus ainda vai pegar esse povo desobediente, desprezado, cegado por Ele mesmo para restaurá-lo? Vai virar a mesa da história apenas para cumprir uma Aliança antiga? Não faz o mínimo sentido. Talvez essa Aliança tenha caducado (discuta com Gênesis 15), ou ainda, nós somos o cumprimento dessa Aliança…

Então brigue com Paulo e rasgue o capítulo 9, 10 e 11 de Romanos que faz uma distinção de tratamento entre nós e Israel. Por ser tão controverso alguns pastores ignoram o ensino desses textos. Talvez seja necessário também ignorar Jeremias 31, II Samuel 7 e ainda rasgar (ou espiritualizar com hermenêuticas duvidosas) Isaías e Ezequiel. Deste último livro, tire todas as passagens que dizem “e você saberá que eu sou o SENHOR”.

Talvez seja isso mesmo, queremos jogar sozinhos ignorando quem é o SENHOR. A decisão é sua: escolher viver glorificando e temendo (11:20) a Deus ou crer num deus relacional, uma vidinha bonita quase agnóstica.

“Porque dele, e por meio dele, e para ele são todas as coisas. A ele, pois, a glória eternamente. Amém!”

Anúncios

One Response to O Deus que vira a mesa (Romanos 11)

  1. WILLIAM disse:

    QUAL FOI A PARTE QUE VOCE ACAHA QUE NAO ENTENDEMOS,CRITICARO RACIOCINO PROTESTANTE, E INRACIONAL, TUDO ESTA ESCRITO E SERA CUMPRIDO, O QUE TEN QUE QUESTIONAR E O QUE VOCES TIRARAM DA BIBLIA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: