E o polvo morreu

26 - outubro, 2010

Como numa atitude profética (veja o post abaixo) o polvo foi dado como morto.
Dizem que foi morte natural, mas o fato é que o bicho teve que decidir entre Serra e Dilma.
Preferiu o óbito. Seja livre Paul!

Anúncios

Vai a pé careca!

23 - março, 2010

O Serra prometeu, fez muito marketing mas não vai entregar o que prometeu como todo político. Enquanto você espera o ônibus por mais uma hora com cara de tacho veja o vídeo com a dancinha e o Dan Stulbach mala.

Reportagem da Folha: http://uol.com/bxcYT

Pequeno trecho abaixo:

O plano de expansão da rede sobre trilhos do governo José Serra (PSDB) atrasou. Obras ou entregas prometidas para 2010 em três de cinco linhas do metrô paulistano foram adiadas. Nas outras duas, há incertezas.
A promessa do Estado veiculada em panfletos e na TV era de que “28 novas estações” de metrô e de trem seriam entregues de 2007 até este ano.
Pelo menos seis, no entanto, vão atrasar: Adolfo Pinheiro e Brooklin-Campo Belo (linha 5-lilás), São Judas e Congonhas (linha 17-ouro), Luz e República (linha 4-amarela).
O governo de SP diz agora que, das 28, só 16 realmente são novas -e que as demais serão reconstruções/reformas.
O Estado exibia até ontem no site de seu plano de expansão duas promessas que já estão descartadas: a de entregar a ligação do metrô leve de São Judas ao aeroporto de Congonhas “até 2010” e a de iniciar as obras da linha 6-laranja entre Brasilândia e Água Branca. Ambas não foram nem licitadas.
O governo Serra minimiza os atrasos (considera que os prazos não podem ser tratados “de forma pontual”) e afirma que, no “ponto central”, as promessas do plano serão cumpridas.


O amor é lindo

26 - janeiro, 2009

Amor verdadeiro não se descreve em palavras:

Nota de 3 reais

Nota de 3 reais

Os tucanos costumam fazer a dança do acasalamento expressando seu amor verdadeiro perto do período fértil, a saber, na proximidade de alguma eleição majoritária.