Passo #5: Checklist liberal – você ainda acredita no Deus soberano e poderoso?

9 - outubro, 2010

“O primeiro pressuposto teológico que ruiu foi o da Providência”
Ricardo Gondim – sacerdote tupiniquim do Teísmo Aberto

Na metade de nossa caminhada algumas coisas são inadmissíveis. Um ateu-evangélico no quinto passo já não é inocente e tolo a acreditar em tudo que lê na Bíblia. O ateu-evangélico descolado já deve ter idéias claras sobre antigos conceitos que a sua igreja dizia serem bíblicos.

Se ainda está incerto sobre o seu êxito faça o pequeno checklist liberal abaixo e certifique-se de que assim como nosso líder-mestre Gondim, a fé no Deus Todo Poderoso e Soberano é coisa para tolos que SÓ crêem na Bíblia e nunca se emocionaram com Nietzche e Leonardo Boff. Coisa de gente fina e entendida!

1. Para você os eventos de Gênesis 1 a 11 são:
A. Narrativa histórica da criação e da história do homem.
B. Uma peça literária que faz parte da mitologia judaica.
C. Uma descrição simbólica e figurada de como Deus criou a Terra e o homem.
D. Esses capítulos contém verdades espirituais sobre o homem mas não devem ser levados historicamente a sério.

2. O que é a Bíblia para você:
A. Uma porção de livros escritos durante a história que contém a Palavra de Deus.
B. A Palavra de Deus escrita por homens inspirados por Ele contendo tudo que precisamos para viver.
C. Um conjunto de escritos antigos que foram coletados e editados arbitrariamente pelo homem sendo impossível verificar qualquer autenticidade e veracidade de autores e datas.
D. Escritos que contém ricas e profundas verdades a cerca de Deus e do seu relacionamento com o homem e precisam ser entendidas à luz da Sociologia, Filosofia e outras ciências humanas.

3. Por que acontecem coisas ruins no mundo?
A. Porque o homem foi criado para fazer o bem mas optou por fazer o mal.
B. Por causa do homem que se rebelou contra Deus, sendo que este nada pode fazer a não ser interpelar pelo mesmo.
C. Por causa do pecado de Adão e Eva que Deus soberanamente permitiu que entrasse no mundo.
D. Porque o homem fez coisas ruins durante toda a História e logo está abandonado a sorte de seus atos.

4. Como você se sente com a afirmação “Deus sabe de tudo”?
A. É ofensiva porque significa que Deus sempre soube do Holocausto e dos massacres de Ruanda  e nada fez para impedi-los.
B. Libertadora porque significa que Deus cuida de nós.
C. Ilógico porque um Deus que sabe de tudo jamais permitiria que o mal entrasse no mundo.
D. Ilógico porque se soubesse de tudo me ajudaria um pouco mais aqui na Terra.

5. Qual das publicações abaixo foi a sua última leitura?
A. Algum livro da série Cinco Linguagens do Amor.
B. Algum livro dos autores: Philip Yancey, Brennan Manning, Ed René Kivitz, Brian Mclaren, Rob Bell.
C. Veja/Época/Folha de São Paulo/Metro.
D. A Bíblia.

6. O livro do Apocalipse é:
A. Revelações a cerca do que acontecerá nos últimos tempos revelando a ira e juízo final de DEUS sobre os ímpios e a redenção final dos eleitos.
B. Um conto mitológico do primeiro século D.C. muito comum naqueles tempos.
C. Uma história cheia de simbologias e figuras que está na Bíblia sabe-se lá por quê.
D. Pode ser entendido de qualquer forma menos como um julgamento divino porque afinal Ele é amor.

***

Agora vem aquele gabarito utilizando o Método Capricho de Pesquisa (muito usado por psicólogos e gurus):

1 – A(1); B(4); C(2); D(4)
2 – A(2); B(1); C(4); D(2)
3 – A(2); B(4); C(1); D(4)
4 – A(4); B(1); C(4); D(2)
5 – A(2); B(4); C(2); D(1)
6 – A(1); B(4); C(2); D(2)

Some os pontos para cada questão e confira o seu grau de ateísmo evangélico!

Acima de 20 pontos: você tem coragem mas passou do ponto. Ficou muito ateu e não sobrou cristianismo. Levou a sua inquietação e questionamento a frente de tudo e todos. Tem coragem de tomá-los às últimas conseqüências libertand0-se de preceitos, dogmas e do próprio Senhor Jesus Cristo. Continue assim do jeito que o diabo gosta!

De 15 a 20 pontos: está no caminho certo e será um ateu-evangélico conceituado. Consegue desfilar pela Filosofia, Psicologia, Sociologia e outras “ciências” humanas mas sempre as pincela com um pouco de Bíblia e jesus para dourar o ateísmo-evangélico. Conseguirá proeminência nos meios acadêmicos seculares ainda pertencendo às denominações evangélicas mais importantes do Brasil. Os outros cristãos descolados ao redor sempre o olharão com um grau de maravilhamento. Continue fazendo cara de conteúdo.

De 7 a 14 pontos: provavelmente ainda crê na Bíblia mas aceita e engole outras teorias que o antiquado do Paulo chama de fábulas e rudimentos do mundo. Gosta de ler salmos e ouvir as músicas da sua igreja assim como consome os livros da Editora Mundo Pagão Cristão. Já leu ou consumiu idéias de publicações como “As Cinco Linguagens do Amor”, “Outra Espiritualidade”, “É Proibido”, “A Cabana”, “O Evangelho Maltrapilho” e outras publicações que fazem parte da bíblia do ateu-evangélico.

6 pontos: você fez o gabarito inverso e fracassou na tentativa de ser descolado. Para você tenho duas notícias:

1. Apesar de ainda guardar a Palavra de Deus você nada mais é que um pecador miserável que carece da graça de Deus. Senão fosse por Ele estaria em maus lençóis.

2. Espero que ainda se lembre disso. Caso o contrário, sugiro o checklist do fariseu

Anúncios

O Deus que vira a mesa (Romanos 11)

10 - maio, 2009

“Porque não quero irmãos que ignoreis este mistério…”

Hoje não é mais conveniente falar em Deus poderoso e atuante entre os evangélicos descolados. Para eles cheira a Teologia da Prosperidade, pentecostalismo barato e charlatanismo. Deus Todo Poderoso é colocado de lado como uma forma de convocar os homens a fazer o trabalho de Deus. 

Faz sentido. Afinal Deus já fez tudo que tinha que fazer certo? Efésios 1:3 diz que já temos todas as bênçãos celestiais e agora a bola é toda nossa. Compete a nós, cristãos abrir o jogo, driblar o zagueiro, descer para a área e fuzilar o goleiro. Podemos ter até um nome bonito para essa doutrina: Teologia Relacional. 

Uma leitura mais cuidadosa do capítulo 11 de Romanos diz que não é bem assim que a história termina. Deus ainda tem um projeto inacabado com Israel. Dado que deles são as alianças e essas ainda não foram cumpridas (se acha que foi, cabe a você o ônus da prova),  Deus restaurará Israel quando chegar a plenitude dos gentios.

Um absurdo sem dúvida. Deus escolhe um povo para representá-lo. Esse povo falha. Deus varre a nação de Israel do mapa (mas não o povo) e mais ainda, os endurece para que um outro povo (nós) que não foi escolhido alcance a sua misericórdia. 

E depois Deus ainda vai pegar esse povo desobediente, desprezado, cegado por Ele mesmo para restaurá-lo? Vai virar a mesa da história apenas para cumprir uma Aliança antiga? Não faz o mínimo sentido. Talvez essa Aliança tenha caducado (discuta com Gênesis 15), ou ainda, nós somos o cumprimento dessa Aliança…

Então brigue com Paulo e rasgue o capítulo 9, 10 e 11 de Romanos que faz uma distinção de tratamento entre nós e Israel. Por ser tão controverso alguns pastores ignoram o ensino desses textos. Talvez seja necessário também ignorar Jeremias 31, II Samuel 7 e ainda rasgar (ou espiritualizar com hermenêuticas duvidosas) Isaías e Ezequiel. Deste último livro, tire todas as passagens que dizem “e você saberá que eu sou o SENHOR”.

Talvez seja isso mesmo, queremos jogar sozinhos ignorando quem é o SENHOR. A decisão é sua: escolher viver glorificando e temendo (11:20) a Deus ou crer num deus relacional, uma vidinha bonita quase agnóstica.

“Porque dele, e por meio dele, e para ele são todas as coisas. A ele, pois, a glória eternamente. Amém!”